Pesquisar este blog

domingo, 21 de novembro de 2010

Nomes Brazucas nas Músicas Japa

Num guentei. Estava olhando o ranking da oricon dessa semana, e em 7º lugar vejo...



Isso mesmo: "OI! UM BOBO" . Achei que era algo do tipo "dialeto africano" ou algo exótico. Mas uma passada pelo site oficial da banda me fez ver que não era "UMBOBO", era um retardado mesmo. Achei super interessante e engraçado. Claro que pensei na hora em fazer um post à respeito. Só que como não conheço a banda, resolvi fazer uma pequena lista de artistas que usaram a língua portuguesa em suas canções.

Sabe aquela coisa de "olha, é em português, A MINHA língua. tá?" . É isso. Afinal, todo mundo tá cansado de saber da influência absoluta do inglês no japonês moderno, inclusive versos inteiros em inglês nas músicas. Já virou segunda língua. Mas quando o assunto é português né... A influência dos jesuítas ficou lá na Era Meiji e não podemos dizer que as duas línguas são irmãs gêmeas separadas no nascimento. Por isso não deixo de achar interessante quando um cantor ou banda resolvem colocar palavras ou até cantar em português. 

Bom, não tenho memória de elefante nem super conhecimento da música japa. Dei uma olhada rápida aqui nas minhas músicas e fica uma listinha básica de brasilidade na música japa:



Shiina Ringo- Manhã de Carnaval~Kuroi ORUFE

"Manhã, tão bonita manhã... " Pasmei quando ouvi Shiina Ringo cantar essa música EM PORTUGUÊS. Tem sotaque? CRARO! Mas muito lindo! Ringo-sama é uma cantora e compositora de muito talento. Aliás pra mim, a melhor do Nihon. Os arranjos que essa mulé faz são uma loucura! De uma criatividade sem limites. É inovador, arrasador e supremo. Ufa! Nessa versão nipo-brasileira da música, Shiina Ringo dá um ar mais fresco e moderno à música, mas sem perder a calma da Bossa Nova. Confira!









Motohiro Hata- SELVA



Tchuchuquinho da mamãe! Adoro esse menino! "SELVA" é uma música em japonês, mas com todo o clima de exploração selvagem, muitos instrumentos de percussão e uma vibe de "vamos entrar na floresta amazônica, gentein!" - Não sei como isso conseguiria descrever uma música, mas é melhor deixar pra lá, né? SELVA é o que importa. Só o nome!






Porno Graffitti- SAUDADE

Dá-lhe dificuldade em explicar o que é "saudade". Como não tem uma palavra dessas em todos os idiomas? Tá aí outra música que gruda no cérebro. Naquele ritmo contagiante, com um toque meio latino... Porno Graffitti sabe fazer música. Quando some por um tempo  deixa saudades! (É, eu tinha que TENTAR fazer um trocadilho né?)






Maaya Sakamoto- VENTO


Meodeos! Quase me esqueci dessa música! Canção em esperanto! Coisa mais linda! Bem que essa menina é "cria da Yoko Kanno"... Haja globalização! 

Ou... Mas se é esperanto, por que está em "canções em português?" 

Ah, porque quando eu vi o nome na época eu achei que era português, ué! - E vento é vento, pronto! E... ah! Lembrei de mais uma, mas não sei se é "prudente" postar aqui... Maaya-san tem uma canção chamada "Fado". Uns dizem que ela canta em português, outros que é em "Gablish", a língua inventada pela Yoko Kanno. Eu juro que eu não entendi uma palavra se for realmente em português. Já vi letras em gablish e português, e fico com a primeira opção. Por isso, vamos ficar com "vento" mesmo, seja em português ou esperanto.








EXILE- Ti Amo- Tá!!!! Eu sei que português de gente civilizada não escreve esse TI de pobre. Declaração de amor dessa acaba com tudo antes mesmo de começar. Isso não é português, anta! Ah gentein, é só pra descontrair, tá?


KAT-TUN- Change Ur World


Só assim pra esses minino aparecerem por aqui, né? Bom, aqui é só a globalização global do mundo mundial nas capas de CD.... Entre 876 mil idiomas, temos ali no cantinho um "mude seu mundo" ohhhhhh!!!!!








Dreams Come True

Miwa Yoshida e Masato Nakamura sempre flertam com a "Última flor do lácio, inculta e bela" língua portuguesa!

(Sim pessoas, eu conheço Olavo Bilac. Eu sou fã de Cecília Meireles e acho que Álvaro de Campos é melhor que Fernando Pessoa. Sim! Eu tenho cérebro! Vida fora do mundo otaku!!!)

voltando? Ah tá! Er... Então... As canções do DCT tem muita influência de estilos "ocidentais". "Olá! Vitória!" por exemplo, foi tema do Japão na copa de 2002 (se não me engano). A letra tem trechos em português pra animar a torcida e os fãs-   "força!" "vamos!" "serei o vencedor da minha vida!". A música é super brasileira, e a Miwa canta quase sem sotaque,uma graça!
Mais? Tem "Carnaval~subete no tatakau hitotachi e inclusive uma participação em um álbum do Sérgio Mendes, com a música "Lugar Comum". 


 


Tem mais? Claro que tem... isso foi só aquele bate-papo de boteco que tenta lembrar as coisas... Mas por enquanto tá bom! Já serviu pra deixar Nihon e Burajiru um pouquinho mais perto, né?

Um comentário: