Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Quando a arte imite a arte... Ou a vida? AKB48 e o momento hortifruti!

Não sou fã de grupos cheios de idol. É tãotãotão kawaii que me dá enjôo. A maior concentração de doçura por metro quadrado. Façam de conta que eu sou diabética e tenho que evitar a glicose. No entanto, depois de saber do problema da Takagi Reni, comecei a dar uma olhada nos PVs das Momoiro Clover, e pra cair nas AKB48 é um pulo... 

Decididamente não é meu estilo musical, mas ontem assisti "Yasai Sisters", e não tem como não comentar....
"Yasai" significa "vegetal", caro leitor... Daí a tradução fica... "Irmãs vegetais"? Será que tem alguma coisa a ver o nome com a música? Será? Será????


"Uma imagem vale mais que mil palavras..."

Sim!!! Ser idol é muitas vezes submeter-se a tragédias vegetalógicas! Não é só vestir roupas cheias de frufru, babadinhos e cantar músicas meiguinhas... Afinal de contas, dividir os ienes com 48 membros não é fácil! O dinheiro tem que jorrar! Ou você acha que se vestiram de verdurinha à toa?Nonnnn!!!! Uma marca de suco usou as garotas-legumes como carro chefe, e aí o merchandising corre solto... 



 Como eu não sou fã das AKBs, claro que não vou rasgar seda, mas tenho que comentar, num guento! O clima de DVD da Xuxa para os baixinhos é tão... Evidente! Mocinhas vestidas de frutas e verduras, cantando sobre cada uma delas, vestidas à caráter...  E como não comparar com a nossa realidade pornográfica das mulheres brasileiras? As AKBs fazem aqui uma coisa infantil e inocente, já as mulheres-fruta daqui... Precisa nem comentar, né? Enfim, é engraçado porque tem a pretensão de ser sério né gentein? E vende moooooito! 

Melhor que a "seriedade" da coisa é ver as integrantes tentando ser sexy vestidas de brócolis e alface, meodeos!


A primeira comparação, ainda que longínqua, foi realmente com as mulheres-frutas-biscates aqui do Brasil. Repare bem no "longínqua", porque seria um desrespeito total com as AKBs colocá-las no mesmo patamar dessas coisas grotescas do cenário musical brasileiro! Tudo bem que elas até fazem um fanservice básico, mas elas tem nível, coisa que aqui já acabou faz tempo... 

Segunda comparação inevitável! Ranka Lee em começo de carreira!!!!


Ranka Lee, a idol de Macross Frontier sonhava com a fama e os palcos da galáxia. Cantar era seu objetivo, e pra isso valia tudo, até se vestir de cenoura e cantar os benefícios da maravilha laranja!

Ninjin loves you yeah!
Não deu pra não comparar, e Ranka ganha das AKBs! Sabe por quê? 

Ranka se propôs a pagar essa vergonha vegetálica porque estava em começo de carreira! Tinha que aparecer de qualquer jeito para se promover! Além do mais, era num shopping, um ambiente em que seria possível controlar o nível de exposição, não excedendo a escala vergonhística da vergonha pura. E as AKBs? Vender é o que importa, pra chegar lá vale tudo!


"Nãooooo!!!! Eu me recuso a tomar suco dado por uma mulher que se veste de caqui pra vender mais!!! Eu quero a minha mãeeeee!!!!!!!!!!!!!!"



 Venderam single, venderam suco! É ridículo só até sentir os ienes fluindo conta bancária adentro! Se aqui no Brasil esse mico é coisa do pessoal do Casseta & Planeta, lá... Negócios são negócios, não importa o quão ridículos eles possam ser...






2 comentários:

  1. Boa tarde,
    enorme equivoco esse post.
    A questão é que as meninas do AKB tem tanta moral dentro da sociedade japonesa que se elas aparecerem vestidas de vegetais as pessoas japonesas vão pensar "o suco deve ser bom afinal o AKB está cantando uma música para ele", além disso eles fizeram a maneira certa de alcançar o público, pelo riso, o clipe é engraçado, e para crianças é bastante instrutivo. No lugar de modelos ou pessoas aleatórias pra fazer propaganda de produtos algumas marcas pegam cantores e outras pessoas (atores, atrizes, etc.).
    E o AKB48 tem 235 membros (ou mais) divididos em AKB48, SKE48, NMB48, HKT48, Research students, e JKT48.
    E quando as pessoas levam isso a sério deixa de ser estúpido. Eu achei muito fofo e super compraria o suco. ^^

    ResponderExcluir